O que é Esports: finalmente saiba tudo sobre essa modalidade de esporte.

Esports realmente é considerado um esporte?

A resposta pode ser simples para alguns e gerar muitas dúvidas para outros. O que sabemos é que esse cenário vem crescendo cada vez mais. Só em 2018, pessoas do mundo inteiro assistiram vídeos de Esports por mais de 6,6 bilhões de horas.

Há quem fale que Esports não é considerado esporte pois jogadores não “chegam a suar” ou porque simplesmente estão “sentados em frente ao computador”.

Se formos considerar o que é esporte pelo esforço físico ou por estar comandando uma máquina, xadrez ou corridas são considerados esportes?

Por causa dessas e muitas outras dúvidas vamos fazer um conteúdo completo sobre o que é Esports desde a sua história, crescimento, modalidades, principais jogos e muito mais.

Vamos jogar?

O que é Esports?

Esports, E-sports ou eSports é a abreviação para Eletronic Sports ou esportes eletrônicos, que na prática são competições profissionais de jogos de computadores ou videogames transmitidos para milhares de pessoas.

O termo Esports é escrito no plural pois engloba várias modalidades (falaremos mais a frente) e jogos eletrônicos.

O Esports veio para mostrar que já foi o tempo em que jogos de videogames e computadores são “coisas de criança”. Hoje nós vemos um cenário que movimenta mais de 905 milhões de dólares (dados de 2018) em que estão envolvidos as empresas dos jogos, times, jogadores, transmissão e empresas que apoiam esse mercado para crescer.

Para uma visualização do que é Esports, separamos um vídeo da abertura da final do mundial de League of Legends em um estádio lotado em Pequim, na China:

É de arrepiar não é mesmo?

Ainda está um pouco confuso sobre o que é esports? Relaxa, ainda estamos no início 🙂 vamos dar um passo atrás e conhecer a história do Esports.

História do Esports

Por mais que muitas pessoas se perguntam o que é Esports, ele não é um conceito tão novo.

Quem nunca teve uma paixão por algum jogo de videogame ou computador em que passava horas e horas jogando.

Essa paixão vinha crescendo e queríamos ficar melhor no jogo para ganhar dos amigos, logo surgiram competições em lan house em que um grupo de pessoas competiam e ganhavam um prêmio (por mais que podia ser pouco na época,rs).

Isso foi crescendo e pessoas foram organizando campeonatos em lugares maiores para mais pessoas assistirem e depois que o bairro era um público pequeno, criavam competições nas cidades, estados e por aí vai.

Há quem diga que o primeiro evento de Esports foi em 1972 na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos onde estudantes competiram no jogo Spacewar.

Um outro marco bem conhecido no Esports foi em 1997, também nos Estados Unidos, onde ocorreu um campeonato do famoso jogo Quake em que simplesmente o prêmio do jogo era uma Ferrari do John Cormack’s, um dos criadores do jogo.

Participaram mais de 2.000 pessoas em que o vencedor foi o famoso Dennis Fong ou mais conhecido como Thresh. Esse campeonato ficou bem marcado na história do Esports e foi noticiado internacionalmente. Veja o vídeo do jogo em que Thresh ganha o campeonato:

Agora com o acesso a internet, ficou fácil assistir jogos de Esports online pelas plataformas como o Youtube ou Twitch, o que aumentou consideravelmente o número de fãs e entusiastas do Esports pois conseguimos assistir campeonatos como o de CS:GO que está ocorrendo na Polônia, por exemplo.  

Agora que já falamos muita teoria sobre o que é Esports, vamos para a parte prática da brincadeira, afinal, todos querem jogar 🙂

Esports na prática: saiba as principais peças do jogo

Agora que sabemos o que é Esports, seus grandes marcos e alguns dados vamos falar das principais peças (ou seria players?) desse mercado:

Empresas donas do jogo

É aqui onde tudo começa! Empresas como a Riot Games ou então Epic Games criam jogos, que não necessariamente precisa ser jogo online, em que muitos jogadores começam a jogar, e o game começa a virar um sucesso no mercado.

Lembra do Quake? Na época ele era um dos jogos mais famosos dos Estados Unidos.

Com bastantes Players e entusiastas no jogo são criadas ligas que organizam campeonatos desses games, onde são responsáveis por divulgar, criar regras, conseguir patrocínios, entre muitas outras atividades.

Ligas

Como falamos acima, quando o jogo começa a pegar tração no mercados dos games, ligas são criadas para organizar o campeonato em que vários times ou solo players disputarão para concorrer um prêmio.

As vezes essas ligas não tem um total vínculo com as empresas criadoras desses games, mas também é possível que as empresas donas do jogo criem sua própria liga, como é no caso do CBLOL (Campeonato Brasileiro de League of Legends), que é administrado pela própria Riot Games.

Para as empresas donas dos games é uma estratégia de marketing muito forte, pois além de ganhar lucro na liga em si, ganham mais divulgação do jogo e mais players irão jogar para crescer a empresa.

Times   

Como o cenário de Esports vem crescendo, mais pessoas buscam criar times para poder participar dos campeonatos de Esports e conseguir os prêmios, patrocínios, etc.

A grande vantagem é que um time, como a Intz por exemplo, pode ter várias equipes em diferentes jogos. Ela pode ter uma equipe que disputa:

  • Campeonatos (ligas) de League of Legends
  • Campeonatos (ligas) de Cross Fire
  • Campeonatos (ligas) de CSGO

É um mundo de possibilidades não é mesmo?

Transmissão

É aqui onde vejo uma grande inovações no mundo Esports. Antes de conhecer o que é Esports quando eu queria ver algum jogo de futebol, por exemplo, tinha que assistir na televisão aberta ou pagar por um pacote pay-per-view.

No mundo do Esports a transmissão é aberta para todos assistirem online e de graça.

Não é vinculado com um canal de tv, mesmo que hoje alguns canais transmitem os jogos o telespectador tem a opção de assistir em plataformas gratuitas como o Twitch ou Youtube.

Agora imagina a empresa Riot Games, criadora de League of Legends. Eles são donos do jogo, tem a própria Liga e tem também a própria transmissão, isso dá um mundo de possibilidades.

Player

O sonho de ganhar dinheiro jogando games agora é possível!! 0/

Muitas pessoas que são boas (ou não,rs) nos jogos do cenário de Esports podem jogar profissionalmente em um time e ganhar dinheiro com isso.

Além de jogar por um time, esse jogador pode ganhar dinheiro com:

  • Patrocínios, como marcas de tecnologia ou marcas que tem fit com seu público.
  • Transmissões ao vivo em plataformas como o Twitch
  • Canais do Youtube
  • Salário de Times

Modalidades do Esports

Ficou animado? Já quer participar desse cenário, jogando, patrocinando ou simplesmente sendo um entusiasta? Falaremos as modalidades de jogos mais comuns do Esports com exemplos:

FPS

Os jogos FPS (First Person Shooter) ou jogos de tiro em primeira pessoa é uma modalidade de jogo em que o ponto de vista é do protagonista do jogo (o player).

Basicamente pode ser em equipes atrás de um objetivo, ou um combate entre duas equipes ou uma pessoa sozinha. Os principais jogos para essa modalidade são: CS:GO, Overwatch, Call of Duty, etc.

MOBAs

Os jogos MOBAs (Multi Online Battle Arena) na maioria das vezes são duas equipes de 5 pessoas que buscam um objetivo comum, que grande parte é destruir a base inimiga. Alguns jogos como League of Legends ou Dota 2 são bem conhecidos nessa modalidade.

Battle Royale

Essa é uma nova modalidade que vem crescendo pelo mundo. Os jogos de Battle Royale basicamente é um mapa, onde 100 jogadores (que podem ser individuais ou em equipes) aterrissam e lutam entre si até sobrar um único jogador ou uma única equipe.

Os principais jogos dessa modalidade são Fortnite, PUBG, Apex e vem conquistando um grande número de fãs.

Por fim.. venha para o Esports 🙂

E você? Tirou todas suas dúvidas sobre o que é Esports? Uma coisa que podemos afirmar que Esports é considerado esporte sim 🙂 Com todo esse movimento e crescimento no mundo não tem como dizer o contrário

Seja você amador, dono de empresa, player cresça junto com a comunidade de Esports que está mudando o Brasil e o mundo!

Com a MKT Esports você vai saber muito mais sobre esse ecossistema e como fazer parte dele. Assine nossa Newsletter e saiba tudo sobre Esports.

Comente Abaixo