[TOP] Melhores plataformas para streamar em 2020

Se você busca pelas melhores plataformas para streamar, atualizadas, você veio ao lugar certo. 

Junto do crescimento do número de espectadores vem também o crescimento dos investimentos na briga pela disputa de principais plataformas de streaming disponíveis. 

As plataformas Facebook Gaming, Mixer e Youtube Gaming vem ganhando cada vez mais espaço e tomando parte do grande mercado que a Twitch tem (segundo os dados de pesquisa da Streamlabs do segundo quarto de 2019). E nesta disputa quem pode se beneficiar é você.

Para atrair cada vez mais jogadores, as plataformas buscam se diferenciar e dar cada vez mais benefícios para os streamers e seus espectadores, desde melhores formas de monetização a até mesmo customizações e benefícios na própria plataforma. 

Existem muitos fatores que podemos considerar para decidirmos quais as melhores plataformas para streamar. Portanto, vamos mostrar quais fatores são característicos de cada uma delas para te ajudar a decidir qual a melhor plataforma para fazer stream.

Veja também: [Lista] Os 5 melhores programas para stream em 2019

TOP | Melhores plataformas para streamar

As melhores plataformas para streamar são:

  • Twitch
  • Facebook Gaming
  • Mixer
  • Youtube Gaming

Portanto vamos falar um pouco mais sobre cada uma delas, destacando suas particularidades, para que você consiga decidir qual a melhor plataforma para fazer stream.

1. Twitch

A Twitch é uma das mais conhecidas plataformas de streaming contando com números monstruosos, que deixa qualquer uma de suas concorrentes muito atrás como podemos ver no gráfico abaixo:

Aqui podemos ver a grande diferença de horas assistidas em que a Twitch domina em relação ao Youtube Gaming e Mixer.

Portanto, não poderia deixar de começar o texto com ela. O que torna a Twitch especial é a grande exposição que você pode vir a ter com esta enorme quantidade de usuários. Porém, junto a isso vem a concorrência que também é grande na disputa de espaço com você.

Ela funciona com três categorias de streamers, onde apenas nas duas últimas você poderá ser remunerado:

  • Streamers comuns: Quando você inicia na plataforma você não pode ter inscritos (famosos subs). Além disso as pessoas não conseguem mudar a qualidade da transmissão de sua stream e você não recebe nenhum tipo de remuneração.
  • Streamer afiliado: Se você conseguir bons números e atingir algumas metas você poderá se tornar um afiliado da Twitch. Com isso as pessoas poderão se inscrever em seu canal (o que já começamos a ganhar dinheiro), você terá emojis exclusivos, acesso a mudar a qualidade de sua transmissão (de acordo com a disponibilidade de banda do horário). Além de começar a ser remunerado e a ganhar dinheiro no Twitch, pelas propagandas em suas transmissões. Além disso, a partir do momento que você se torna afiliado você pode começar a receber “cheering” que são gorjetas que seus espectadores podem te dar. Eles podem fazer isso usando Bits que são as moedas virtuais da Twitch.
  • Parceiro da Twitch: Os parceiros da Twitch são streamers selecionados que tem tudo liberado. Desta forma além das formas de remuneração que um afiliado pode ter ele ainda consegue uma divulgação muito maior por parte da Twitch. Este é o ponto mais alto que um streamer pode chegar na Twitch.

Prós: 

  • Grande número de streamers e espectadores;
  • grande número de dispositivos disponíveis para o usuário;
  • maior visibilidade.

Contras: 

  • Maior concorrência;
  • menor qualidade de transmissão para seus espectadores;

Leia mais em:

2. Facebook Gaming

O Facebook Gaming vem crescendo muito e se tornado uma boa opção para streamers gamers

Com investimentos em contratos com grandes streamers e opções diferenciadas como a possibilidade de alterar a qualidade da stream, e várias outras personalizações, o Facebook Gaming vem se diferenciando de maneira positiva do Twitch entre as melhores plataformas para streamar.

No Facebook Gaming você pode ganhar dinheiro das seguintes formas:

  • Se cadastrando no programa Level Up, para se habilitar a receber as Facebook Stars, que são como os Bits e Cheers da Twitch. Confira os requisitos clicando aqui.
  • Adicionando paradas para propaganda;
  • inscrição paga em seu canal;
  • conteúdo patrocinado.

O processo de como ser um streamer passa pela decisão de escolher qual a melhor plataforma para fazer stream, o fato de fazer suas lives usando diretamente o seu perfil pode ser um facilitador, já que você terá todos os seus amigos ali. Além disso você pode criar também uma página pessoal

O que podemos ver é que nesse ano o Facebook está investindo bastante para crescer, trazendo streamers famosos para a plataforma. Entre eles temos:

Prós:

  • Você tem toda sua rede de amigos a seu favor;
  • grande possibilidade de customização;
  • boa qualidade de streaming.

Contras: 

  • Visibilidade menor;
  • ainda é uma plataforma em crescimento;
  • menor número de espectadores.

3. Mixer

O Mixer é uma plataforma da microsoft que possui conteúdos bem variados. Você encontra jogos que normalmente não vê em outras plataformas e até mesmo outros tipos de conteúdos como Web shows, que são programas criados pela comunidade.

Entre as melhores plataformas para streamar, o Mixer tem um grande diferencial de todos os seus concorrentes que é o baixíssimo delay da live. Cerca de menos de 1s. 

Eles conseguiram isso fazendo com que sua plataforma não codifique o vídeo antes de repassá-lo aos espectadores. Porém, para isso, é preciso que o streamer faça a codificação junto a seu software de streaming predileto. 

Se você ainda não sabe qual usar, siga nossa lista com os 5 melhores programas para stream em 2019.

Além disso a Mixer tem uma forma de monetização diferenciada que ainda não foi totalmente estruturada mas que conta com:

  • a utilização de Sparks e Embers como moedas da plataforma;
  • inscrições pagas, como no Facebook Gaming;
  • embers customizados e únicos do canal.

Além da possibilidade de parceria com o Mixer caso você cumpra estes requisitos:

  • Ter pelo menos 2 meses de conta;
  • no mínimo 2 mil seguidores;
  • pelo menos 12 dias de streaming exclusivo por mês;
  • pelo menos 25 horas de streaming por mês;
  • ser maior de idade;
  • seguir os termos de serviço e as regras de conduta da plataforma.

Se você já tem estes requisitos em outra plataforma você pode tentar uma qualificação também, enviando seus dados e passando por uma avaliação.

Outro fato interessante é que a Mixer ficou conhecida por trazer, da sua concorrente Twitch, um dos streamers mais famosos de Fortnite, o Ninja.

Prós: 

  • Baixíssimo delay, abaixo de 1ms;
  • Plataforma em crescimento;
  • Baixa concorrência.

Contras:

  • Fato de ser uma plataforma nova também traz alguns riscos;
  • Necessidade de configurações extras para codificar bem a stream;
  • Menor número de usuários e espectadores.

4. Youtube Gaming

Lançado em 2015 o Youtube Gaming é o concorrente do Google para conseguir sua fatia neste mercado que só tende a crescer nos próximos anos.

O Youtube Gaming funciona como o próprio Youtube e você pode monetizar os seus conteúdos seguindo as mesmas diretrizes de um canal normal do Youtube, como anúncios durante os seus vídeos e inscrições no canal.

No Youtube Gaming o usuário tem foco em transmissões e vídeos apenas sobre jogos e conta com a grande força e qualidade de transmissão do Youtube tradicional.

Prós:

  • Grande número de usuários;
  • facilidade para usar o seu próprio canal do Youtube;
  • plataforma robusta e consistente.

Contras:

  • Baixa possibilidade de customizações;
  • monetização conforme regras tradicionais do Youtube;
  • muitas reclamações de usuários quanto aos algoritmos do Youtube.

Outras plataformas para streamar

Diversas outras plataformas como Nimo.TV, Nonolive, e até mesmo a Cube.TV, que nega seu encerramento e diz estar passando por uma reestruturação no país, sofrem com a falta de confiança dos streamers.

Os motivos são os mais variados. Seja pela falta de transparência, suporte técnico ruim, ou mesmo culpa dos próprios usuários que usam bots para burlar a plataforma. A realidade é que nenhuma destas plataformas passa muita confiança.

Portanto se você deseja se aventurar por elas, esteja ciente que as coisas podem não sair como o esperado. Mas pode ser uma aposta que dê certo, já que não são muito conhecidas.

E você? O que  achou dessas melhores plataformas para streamar?

Quais as melhores plataformas para streamar que você colocaria aqui?

A escolha de uma plataforma pode ser algo muito pessoal. O que funciona pra um pode ser diferente para outros. Portanto recomendo que você experimente cada uma delas e procure a que você melhor se adaptar. Os frutos do seu trabalho vão vir justamente daí.

Se você tem outra opinião sobre as outras plataformas que citamos aqui, comente aí embaixo no campo dos comentários.

Se você deseja investir em seu futuro como gamer e já escolheu sua plataforma é hora de dar mais um passo, lendo o artigo; Como ser um gamer profissional e ganhar dinheiro: 12 dicas essenciais para realizar seu sonho”.

Comente Abaixo